• José Tavares

Vira-casacas da política


Em campanhas eleitorais já estamos habituados. Mas há um limite. Julgo que este limite foi despudoradamente ultrapassado, nestas legislativas. O melhor exemplo disso, aos meus olhos, foi a linha de ação seguida por António Costa. Não vale tudo nem no conteúdo nem na forma. E, neste caso, parece que o caminho escolhido foi esse. No próximo domingo veremos se se traduziu em número de votos, mas, com certeza, isso não favoreceu nem a dignidade nem o comportamento democrático. É por isso, porventura, que a imagem dos políticos está como está. E é pena!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo