• José Tavares

A depressão: a doença destes tempos



Não se deve dizer: não és capaz, não és simpático, não és inteligente, não és bonito, não percebes. Também não se deve contrariar porque não resulta e acaba por provocar choro, revolta ou vitimização. Deve-se ajudá-lo a enfrentar-se com a realidade e encorajá-lo positivamente. E, sobretudo, ter muito paciência e compreensão.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo